Matheus Prado

O futuro do Brasil está nas suas mãos

Essa é a nossa última conversa antes do primeiro turno da eleição. Por isso, acho que vale a pena recapitular algumas coisas, você não acha? Chegou o momento de fazer a diferença. O momento que você está esperando há muito tempo. As opções não são as melhores. Nem de longe. Mas, mesmo assim, precisamos escolher com responsabilidade.

Lembre-se que a sua decisão vai influenciar no Brasil não só agora, mas nos próximos anos. Por isso, não falte. Compareça e vote. Faça valer o seu direito.

Eu sei que estes tempos nos deixam pessimistas. E, como eu já disse, quando as pessoas ficam pessimistas com a eleição, elas acabam não indo votar. Mas isso não pode acontecer neste momento. Porque as pessoas que estão sabotando o Brasil, aqueles que se alimentam da corrupção, elas não deixarão de votar.

A políticos de carreira que se roubam o nosso dinheiro e sugam a nossa alma, eles não vão deixar de votar. Nem eles e nem os seus familiares e nem os seus amigos e nem os seus lacaios. Nem os seus funcionários e nem as pessoas que eles subornam.

Quando você deixa de votar, você se auto sabota. Você garante o direito dos corruptos de continuarem no poder. De roubarem dentro da lei, na maior honestidade possível. Pense nisso antes de sair por aí convencendo as pessoas a não ir votar.

Tome cuidado com as pesquisas. Você não é obrigado a votar em ninguém só porque o viu crescer o cair em uma pesquisa. Escolha os candidatos pelo que eles representam para você e para as pessoas de quem você gosta. Analise a propostas com atenção. Não caia em discursos bonitos e palavras agradáveis.

Você tem o direito de ficar pessimista. Tem o direto de reclamar, gritar e fazer. Tem até o direito de polarizar. Mas não tem o direito de espalhar a desinformação. Seja consciente. Pesquise. E vote. Decida… Ou outras pessoas decidirão por você.

O futuro do estado está nas suas mãos. Do Brasil também. Cabe a você escolher o que fazer com essa responsabilidade.

Matheus Prado