Confira a citação abaixo:

Quem é honesto tem segurança, mas quem é desonesto logo fracassa. Quem cultiva a sua terra tem comida com fartura, mas quem gasta o tempo com coisas sem importância sempre será pobre. A vida da pessoa honesta é cheia de felicidade, mas quem tem pressa de enriquecer não fica sem castigo.

O texto que você leu foi escrito há alguns milhares de anos e está contido no capítulo 28 do livro de Provérbios. Segundo a tradição, seu autor é Salomão, terceiro rei de Israel, um dos homens mais inteligentes que o mundo já viu. Salomão também foi um homem muito rico. Alguns dizem que foi o homem mais rico que já existiu. Foi por isso que decidi refletir um pouco sobre este trecho.

Nesse contexto, não importa muito se você é ou não uma pessoa de fé, porque as palavras de Salomão são úteis em todas as ocasiões. Elas nos ajudam a entender que a fome por dinheiro nem sempre se justifica quando se sobrepõe a coisas realmente importantes, como a paz de espírito e a honestidade. O que você está disposto a sacrificar para enriquecer? Qual o preço?

Muitas vezes, a honestidade é um termo incompreendido. Precisamos ser honestos com os outros, é claro, mas também precisamos ser honestos com nós mesmos. O que você está fazendo é o que seu coração deseja? Você escolheu ou foi escolhido? Você realmente acredita nisso? Se a resposta for não, talvez seja hora de mudar. Mudar de ares, de cidade, de emprego, de estação de rádio… O importante é ser honesto.

Todos os dias, somos confrontados com decisões importantes e algumas delas nos levam a questionar nossa honestidade. Quando isso acontece comigo, tento me lembrar das palavras de Salomão. Então me pergunto: o que ele faria? Como eu me sentiria depois? Eu seria capaz de dormir em paz? A resposta nunca me surpreende. Porque o fato é que nós sabemos o que fazer, mas não fazemos.

Sei que esse post é diferente do que você está acostumado a ver por aqui, mas espero que ele te ajude a pensar um pouco e a ser mais honesto com você mesmo e com os outros. Não pelo medo da punição, do inferno ou de qualquer outro dogma religioso, mas pela liberdade de poder ser você mesmo e amar essa escolha com todo o seu coração. Esse é o segredo da felicidade e da verdadeira riqueza.

Gostou deste conteúdo?

Então deixe seu comentário para que eu saiba mais sobre você. E, se puder, compartilhe com alguém que também precise conhecer um pouco mais sobre esse assunto. Você também pode deixar um crítica ou sugestão.

Entre para minha lista VIP e receba os conteúdos mais exclusivos sobre storytelling diretamente no seu e-mail

Junte-se a mais de 3200 pessoas

Não enviamos spam e o seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Matheus Prado
Matheus Prado

Matheus é jornalista, escritor e cineasta. Acredita que a vida é um oceano profundo e que devemos nos aventurar muito além da superfície.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.